NOTÍCIAS

Grêmio vence River Plate-SE e avança para a 2ª fase da Copa do Brasil

21/03/2012
Fonte: Gazeta Esportiva

Mais uma vez, o Grêmio levou um susto, mas venceu o River Plate-SE. Assim como na partida disputada há duas semanas em Aracaju, o time de Vanderlei Luxemburgo saiu perdendo para os sergipanos, mas alcançou novamente a virada e venceu por 3 a 1, gols de Marcelo Moreno, Werley e Léo Gago, classificando-se para a segunda fase da Copa do Brasil.

 

A equipe gaúcha não chegou a fazer um bom jogo. Depois de ensaiar uma pressão nos minutos iniciais, o Grêmio foi surpreendido pelo gol de Lelê e cometeu erros bobos. Mesmo assim, criou chances e empatou ainda no primeiro tempo, com Marcelo Moreno. Com a expulsão de Lelê ainda na etapa inicial, as coisas se facilitaram no segundo tempo, que foi dominado pelos gaúchos.

 

O Grêmio agora enfrentará o Ipatinga na segunda fase da Copa do Brasil. A partida de ida será em Minas Gerais. Caso vença por dois gols de diferença, o Tricolor elimina a necessidade do jogo de volta. A equipe volta a campo domingo, pelo Campeonato Gaúcho, contra o Cruzeiro-RS.

 

O jogo - Sem quatro titulares, o River Plate-SE veio a Porto Alegre cauteloso, mas sem deixar de agredir o Grêmio quando podia. Apesar do susto de sair perdendo, o primeiro tempo foi dominado pelo time gaúcho. Logo aos quatro minutos, Marco Antônio mandou uma bomba que raspou o travessão de Pablo.

 

Aos 11, veio o gol sergipano: após cobrança de falta e um bate-rebate na área, a bola sobrou para Lelê, que ganhou dividida com o goleiro Victor e chutou para o gol vazio, abrindo o placar. A resposta gremista foi firme: aos 16, Marcelo Moreno acertou belo voleio, defendido por Pablo. Aos 20, Moreno lançou Bertoglio na área, mas Fernando Belém evitou a conclusão do argentino. No minuto seguinte, Kleber é quem foi servido pelo centroavante, obrigando o goleiro do River a grande defesa.

 

Após esta pressão, o Grêmio viveu seu pior momento no jogo, sem conseguir entrar na área adversária e cometendo erros bobos, que enervaram a torcida no Olímpico. Aos 27, Victor falhou em chute de longa distância e quase colocou para dentro do próprio gol. A situação só se tranquilizou aos 34: Kleber fez grande passe para Marco Antônio, que deixou Marcelo Moreno sem goleiro. Mesmo se enrolando todo com a bola, o centroavante conseguiu empurrar para as redes e empatar o jogo.

 

Dois minutos depois, Lelê matou o contra-ataque do Grêmio fazendo falta por trás em Bertoglio. O árbitro Célio Amorim expulsou o centroavante sergipano. Aos 38, o goleiro Pablo evitou a virada ao espalmar chute do lateral Pará pela linha de fundo.

 

Com 10 homens em campo, o River voltou para o segundo tempo com o intuito de não perder o jogo. Os primeiros minutos foram um massacre gremista. O time de Vanderlei Luxemburgo adentrava a área sergipana o tempo todo, embora com poucas conclusões. Aos cinco minutos, Kleber limpou a marcação e obrigou Pablo a uma bela espalmada para escanteio.

 

Com a postura retrancada dos visitantes, o Grêmio baixou o ritmo, embora seguisse com o domínio da partida. Aos 18, o volante Léo Gago, que entrara no lugar de Souza, acertou um belo chute de primeira, espalmado pelo goleiro Pablo. Três minutos depois, Kleber colocou a bola na área, mas ela passou por Moreno e Werley, na boca do gol, saindo pela linha de fundo.

 

Aos 32, Kleber recebeu de passe de Marquinhos e entrou na área. A zaga afastou, mas Gabriel pegou a sobra e chutou raspando o poste, de primeira. Na jogada seguinte, Marquinhos levantou para a área com precisão e Werley se antecipou no primeiro pau, colocando de cabeça para o fundo das redes: 2 a 1.

 

Aos 39, a consolidação da vaga: Léo Gago bateu falta da entrada da área, a bola desviou na barreira e matou o goleiro Pablo. Três minutos depois, André Lima recebeu na área e serviu Bertoglio, que estava livre. O argentino deu um toquinho por cima do goleiro, mas a zaga salvou o quarto gol em cima da linha.

Comentários:




TERMOS E CONDIÇÕES DE USO
Nome:
Email:
Endereço:
Comentário:

Facebook