Oferecimento:
Menu

Publicidade
LOPES
TAXI
Z CENTER AUTO PEÇAS
SEMACON
COMERCIAL  BOA ESPERANÇA
LABORATÓRIO BIO CLIN
OMEGA
LUANA DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

Colunistas
Juízos apressados

Enquete

Para 2015 qual dos cursos do Polo UAB você gostaria de receber?



 Administração Pública
 Biblioteconomia
 Ciências Naturais e Matemática
 Ciências Naturais Ensino Básico




Links

FaceBook



Tempo
Publicidade
WIZARD
GRUPO KRUPINSK
CASA BELA
RICO
Sindicato Rural
AJES
DETETIZADORA
Inviolavel
Noticias
ROCKENBACH
Danilo decide, Corinthians vence Cruz Azul e assume liderança
Danilo marcou o único gol do Corinthians na vitória sobre o Cruz Azul
   21/03/2012 - 00:13:22
Fonte: Terra/ Foto: Ricardo Matsukawa   


Muitas vezes criticado pela torcida, o meia Danilo voltou a decidir a favor do Corinthians. Depois de abrir o placar e aliviar a situação do clube alvinegro no primeiro jogo em casa na Copa Libertadores da América, o camisa 20 marcou o único gol e assegurou a vitória da equipe de Tite por 1 a 0 sobre o Cruz Azul, em confronto válido pela quarta rodada da segunda fase da competição e disputado no Pacaembu. De quebra, o triunfo assegurou a liderança do Grupo 6 do torneio.

 

Danilo resolve, Corinthians abre placar e alivia pressão

 

Depois de controlar o Cruz Azul durante os primeiros minutos da partida disputada no México, o Corinthians voltou a minar as tentativas da equipe mexicana no Pacaembu. Dominante no setor de meio-campo, auxiliado pelo bom rendimento de Alex e Danilo, o time do Parque São Jorge evitou qualquer surpresa por parte dos rivais, que, a princípio, buscariam surpreender no contra-ataque.

 

A primeira grande oportunidade corintiana surgiu dos pés de Alex. Depois de ver Paulinho desarmado pela defesa adversária, Alex arriscou o chute para ótima defesa de Corona. Alvo de pedidos de titularidade na seleção mexicana, o goleiro do Cruz Azul, aliás, viria a ser o destaque visitante durante a partida; contudo, o jogador apenas pôde torcer aos 16min, quando o arremate de Liedson passou perto do travessão.

 

Apesar do melhor ritmo apresentado, o Corinthians sofreu um grande susto durante os primeiros 45 minutos. Aos 29min, Flores levantou da direita na direção de Giménez. O camsia 10 desviou de cabeça para o meio na direção de Perea, que se antecipou aos zagueiros corintianos para desviar próximo à meta de Júlio César.

 

O susto acabou beneficiando a equipe do Parque São Jorge. A partir do quase gol de Perea, o Corinthians evitou as faltas próximas à intermediária e diminuiu ainda mais os espaços na marcação do time mexicano, que, acuado, se limitou somente a evitar as descidas corintianas, especialmente com Alex e Fábio Santos pela esquerda, e Edenílson e Danilo pela direita.

 

Muito marcado, o time da casa conseguiu evitar a pressão de ir para o intervalo com a igualdade no marcador. Aos 35min, Alex cobrou falta na direção do marca do pênalti e encontrou Danilo. O meia, novamente decisivo, ganhou a disputa pelo alto e, sem marcação, desviou de cabeça para dar a vantagem ao Corinthians.

 

Corinthians para em goleiro mexicano, mas garante vitória magra

 

A abertura do placar na parte final da primeira etapa permitiu ao Corinthians se soltar mais em campo. Com menos de dez minutos, o time de Tite criou três oportunidades claras para definir o resultado no Estádio do Pacaembu. Logo a 1min, Fábio Santos recebeu bom passe de Alex e só parou em Corona. Três minutos depois, o goleiro fez grande defesa após chute de Paulinho.

 

Apesar das grandes defesas, a melhor participação de Corona no segundo tempo ocorreu justamente na terceira chance criada pelo Corinthians no início da etapa complementar. Fábio Santos recebeu passe de Alex e invadiu a área sozinho. Com tempo e espaço para marcar o segundo gol dos paulistas na partida, o lateral esquerdo, entretanto, parou em Corona. O goleiro fez grande defesa e evitou o tento.

 

O Corinthians manteve o ritmo conforme o avançar do tempo. Aos 15min, Corona novamente apareceu para evitar uma nova comemoração do clube do Parque São Jorge. Jorge Henrique recebeu pela esquerda, arrancou em grande jogada e bateu firme. O goleiro saltou e evitou o gol do camisa 23, que já balançara as redes contra o Nacional.

 

Dono da partida, o Corinthians viu o Cruz Azul se acuar ainda mais depois dos 25min. Depois de entrar no lugar do apagado Liedson, que alcançou a marca de 12 jogos sem gols, Emerson arrancou e foi parado por Fausto Pinto. O jogador do time mexicano recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Entretanto, os visitantes quase empataram aos 43min. acertou a trave.





Imprimir Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Orkut

Grafica
IPE
Comentários:




TERMOS E CONDIÇÕES DE USO
Nome:
Email:
Endereço:
Comentário:

TopNews - Aqui você tem mais conteúdo!, Todos os Direitos Reservados. Copyright 2010 - 2014 - Desenvolvido por: NIVELDIGITAL