NOTÍCIAS

Corregedoria divulga fotos de seis policiais foragidos em São Paulo

Policiais recebiam de R$ 200 mil a R$ 300 mil por ano, mais mensalidades, para facilitar o tráfico de drogas no Estado de São Paulo

17/07/2013
Fonte: TERRA

A Corregedoria Geral da Polícia Civil divulgou, nesta terça-feira, imagens de seis policiais investigados em operação conjunta com o Ministério Público de São Paulo e que ainda continuam foragidos. Na última segunda-feira, a ação cumpriu sete mandados de prisão e três de busca e apreensão em Campinas e na capital paulista.

 

Os foragidos Daniel Dreyer Bazzan, Danilo da Silva Nascimento, Gilson Iwamizu dos Santos, Jandre Gomes Lopes de Souza, Leonel Rodrigues Santos, Silvio Cesar de Carvalho Videira atuavam na capital, de acordo com as investigações.



 

A Polícia Civil procura seis agentes acusados de envolvimento com o tráfico Foto: Divulgação
A Polícia Civil procura seis agentes acusados de envolvimento com o tráfico
Foto: Divulgação

 

A Corregedoria Geral da Polícia Civil divulgou, nesta terça-feira, imagens de seis policiais investigados em operação conjunta com o Ministério Público de São Paulo e que ainda continuam foragidos. Na última segunda-feira, a ação cumpriu sete mandados de prisão e três de busca e apreensão em Campinas e na capital paulista.

 

Os foragidos Daniel Dreyer Bazzan, Danilo da Silva Nascimento, Gilson Iwamizu dos Santos, Jandre Gomes Lopes de Souza, Leonel Rodrigues Santos, Silvio Cesar de Carvalho Videira atuavam na capital, de acordo com as investigações.

 

A operação da corregedoria é resultado de uma investigação sobre crimes de roubo, extorsão mediante sequestro, tortura e corrupção. Dos 13 policiais investigados, 11 atuam em São Paulo e dois em Campinas.

 

O delegado geral da Polícia Civil, Luiz Maurício Blazeck, afirmou que, por conta do fato que desencadeou a prisão de vários policiais, o Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) passará por uma grande reestruturação. Um dos delegados detidos, Clemente Castilhone Junior, é o supervisor da unidade de investigações do Denarc.

 

A polícia pede a ajuda da população, que poderá informar sobre o paradeiro dos foragidos por meio do telefone do Disque-Denúncia, 181. 

Comentários:




TERMOS E CONDIÇÕES DE USO
Nome:
Email:
Endereço:
Comentário:

Facebook