Oferecimento:
Menu

Publicidade
LOPES
TAXI
Z CENTER AUTO PEÇAS
OMEGA
LABORATÓRIO BIO CLIN
LUANA DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS
SEMACON
COMERCIAL  BOA ESPERANÇA

Colunistas
Juízos apressados

Enquete

Para 2015 qual dos cursos do Polo UAB você gostaria de receber?



 Administração Pública
 Biblioteconomia
 Ciências Naturais e Matemática
 Ciências Naturais Ensino Básico




Links

FaceBook



Tempo
Publicidade
AJES
GRUPO KRUPINSK
WIZARD
DETETIZADORA
CASA BELA
Inviolavel
RICO
Sindicato Rural
Noticias
ROCKENBACH
Ponte sobre o rio Canamã está intacta na MT-418
   03/03/2011 -
   


Redação 24 Horas News


Ao contrário de informações não oficiais que circularam na cidade no final da manhã de quarta-feira, a ponte sobre o rio Canamã, na rodovia MT-418, não está correndo risco de ser levada pelas águas e continua intacta e proporcionando acesso rodoviário à cidade de Colniza.



Já a ponte sobre o rio Aripuanã, na rodovia MT-206, a cerca de 20 quilômetros de Colniza, de acesso ao distrito de Guariba, ao Roosevelt e Três Fronteiras, na divisa com os estados de Rondônia e Amazonas, teve a parte central totalmente levada pelas águas no início da tarde de quarta-feira.
A vistoria na ponte sobre o rio Canamã, localizada a cerca de 70 quilômetros da área urbana de Colniza, na divisa com o município de Aripuanã, foi realizada no final da tarde de quarta-feira pelo fiscal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Joaquim Silas Tavares, que somente retornou à noite para informar do seu estado.
Silas disse que as águas do rio Tanamã estão quase um metro abaixo do nível inferior da ponte e, com a estiagem da tarde de quarta-feira e da manhã desta quinta-feira, o fluxo pode se reduzir ainda mais. Ele realizou a travessia para o outro lado e constatou que a ponte está em bom estado e sem risco de desabar ou ser levada pelas águas.
Isso trouxe alívio aos moradores de Colniza, inclusive à prefeita Nelci Capitani, que ficou satisfeita pelo fato do município não estar totalmente isolado das demais cidades do Estado via MT-418, com acesso normal às cidades de Aripuanã, Juína e Cuiabá. Uma ponte menor, na mesma rodovia, mais próxima a Tutlândia, no trevo para Aripuanã e Juruena, foi levada pelas águas, porém, um desvio está garantindo o tráfego pela MT-418.
Mas a preocupação da prefeita continua com relação aos moradores do distrito de Guariba, uma vez que o único acesso a partir da sede do município é pela MT-206, que teve o tráfego interrompido pela queda da parte central da ponte sobre o rio Aripuanã.
Segundo a prefeita, a situação de algumas ruas da área urbana da cidade também é preocupante, em razão das constantes chuvas que têm caído sobre a região desde o início de fevereiro, mas nenhum trecho ainda é considerado intransitável.
“Vamos encaminhar solicitação de vistoria da Defesa Civil do Estado para avaliar os danos causados pelas chuvas também na área urbana de Colniza”, afirma a prefeita Nelci Capitani.
Sobre a situação de emergência decretada no mês passado, Nelci reforça a necessidade de apoio das autoridades constituídas para que promovam a recuperação dos trechos mais críticos nas rodovias de acesso a Colniza para que efetivamente a cidade não fique isolada na região.
Na foto, ponte sobre o rio Canamã que, ao contrário de notícias que circularam na quarta-feira, continua intacta e com tráfego normal de acesso a Colniza.

 





Imprimir Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Orkut

IPE
Grafica
Comentários:




TERMOS E CONDIÇÕES DE USO
Nome:
Email:
Endereço:
Comentário:

TopNews - Aqui você tem mais conteúdo!, Todos os Direitos Reservados. Copyright 2010 - 2014 - Desenvolvido por: NIVELDIGITAL