NOTÍCIAS

Ponte sobre o rio Canamã está intacta na MT-418

03/03/2011

Redação 24 Horas News


Ao contrário de informações não oficiais que circularam na cidade no final da manhã de quarta-feira, a ponte sobre o rio Canamã, na rodovia MT-418, não está correndo risco de ser levada pelas águas e continua intacta e proporcionando acesso rodoviário à cidade de Colniza.



Já a ponte sobre o rio Aripuanã, na rodovia MT-206, a cerca de 20 quilômetros de Colniza, de acesso ao distrito de Guariba, ao Roosevelt e Três Fronteiras, na divisa com os estados de Rondônia e Amazonas, teve a parte central totalmente levada pelas águas no início da tarde de quarta-feira.
A vistoria na ponte sobre o rio Canamã, localizada a cerca de 70 quilômetros da área urbana de Colniza, na divisa com o município de Aripuanã, foi realizada no final da tarde de quarta-feira pelo fiscal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Joaquim Silas Tavares, que somente retornou à noite para informar do seu estado.
Silas disse que as águas do rio Tanamã estão quase um metro abaixo do nível inferior da ponte e, com a estiagem da tarde de quarta-feira e da manhã desta quinta-feira, o fluxo pode se reduzir ainda mais. Ele realizou a travessia para o outro lado e constatou que a ponte está em bom estado e sem risco de desabar ou ser levada pelas águas.
Isso trouxe alívio aos moradores de Colniza, inclusive à prefeita Nelci Capitani, que ficou satisfeita pelo fato do município não estar totalmente isolado das demais cidades do Estado via MT-418, com acesso normal às cidades de Aripuanã, Juína e Cuiabá. Uma ponte menor, na mesma rodovia, mais próxima a Tutlândia, no trevo para Aripuanã e Juruena, foi levada pelas águas, porém, um desvio está garantindo o tráfego pela MT-418.
Mas a preocupação da prefeita continua com relação aos moradores do distrito de Guariba, uma vez que o único acesso a partir da sede do município é pela MT-206, que teve o tráfego interrompido pela queda da parte central da ponte sobre o rio Aripuanã.
Segundo a prefeita, a situação de algumas ruas da área urbana da cidade também é preocupante, em razão das constantes chuvas que têm caído sobre a região desde o início de fevereiro, mas nenhum trecho ainda é considerado intransitável.
“Vamos encaminhar solicitação de vistoria da Defesa Civil do Estado para avaliar os danos causados pelas chuvas também na área urbana de Colniza”, afirma a prefeita Nelci Capitani.
Sobre a situação de emergência decretada no mês passado, Nelci reforça a necessidade de apoio das autoridades constituídas para que promovam a recuperação dos trechos mais críticos nas rodovias de acesso a Colniza para que efetivamente a cidade não fique isolada na região.
Na foto, ponte sobre o rio Canamã que, ao contrário de notícias que circularam na quarta-feira, continua intacta e com tráfego normal de acesso a Colniza.

 

Comentários:




TERMOS E CONDIÇÕES DE USO
Nome:
Email:
Endereço:
Comentário:

Facebook