ARIPUANÃ, Sexta-feira, 24/09/2021 -

NOTÍCIA

Ladrão de banco se entrega e devolve R$ 50 mil em MT

Data: Sábado, 10/07/2021 10:15
Fonte: FOLHAMAX/ EMILY MAGALHÃES

A Polícia Militar recuperou mais de R$ 50 mil com o suspeito identificado como Salvador Santos Portela, de 50 anos, que foi preso na manhã de sexta-feira (9), por envolvimento no assalto a duas cooperativas de crédito na modalidade “novo cangaço”, em Nova Bandeirantes (996 km de Cuiabá).  De acordo com a Polícia Militar, os agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) continuavam as diligências de busca e captura dos criminosos na região de mata, quando avistaram um individuo que se aproximava do Distrito de Japuranã.

Imediatamente, os policiais tentaram fazer a abordagem e o suspeito adentrou a uma panificadora. Foi constatado que ele tratava de um dos criminosos que participou do roubo às agências bancárias no dia 4 de Julho.

O homem acabou se entregando à polícia e foi detido. Com ele, foi recuperada a quantia de R$ 50.407,60, além de duas espingardas Gauge 12, munições variadas,  coletes balísticos, joias e demais materiais de permanência na mata.

Os policiais também constataram que além da participação do roubo aos bancos, o criminoso também possui um mandado de prisão expedido pela comarca de Ananindeua (PA), pelo crime de sequestro e cárcere privado cometido no ano de 1996, ocasião em que manteve a vítima sob cárcere privado por 23 dias e exigiu dinheiro para o resgate da vítima. Com essa nova prisão, já são cinco presos por envolvimento no assalto e nove criminosos mortos em confrontos com policias do Bope e da Força Tática. 

O ROUBO

Os roubos as agências do Sicredi e Sicoob foram praticados simultaneamente. Na ocasião, os ladrões fizeram clientes reféns e colocaram os homens sem camisa e com as mãos para cima na frente das agências para evitar que policiais militares atirassem contra eles que recolhiam o dinheiro dos estabelecimentos.

Na fuga, os bandidos levaram os reféns formando uma espécie de escudo humano. Desde então começou uma intensa caçada aos bandidos, resultando em mortes e prisões de assaltantes. 

Os suspeitos Edenicio Pereira Cavalcante, vulgo "Coroinha", Josias Silveira, Franklis Souza de Jesus e Valdecir Salles Barboza já tinham sido presos anteriormente durante operação de equipes policiais na região. Entre os mortos estão Romário de Oliveira Batista, Luiz Miguel Melek e Maciel Gomes de Oliveira e Waldeir Porto Costa, Diego de Almeida Costa e Adailton Santos da Silva. Nos dois últimos confrontos morreram Samuel Santos Silva, Francisco de Assis Cavalcante Flanklis Souza de Jesus e Cristiano de Jesus Nunes. 

A operação em Nova Bandeirantes já dura mais de um mês com cerca de R$ 500 mil recuperados além de várias armas e centenas de munições de diferentes calibres.