ARIPUANÃ, Sábado, 27/11/2021 -

NOTÍCIA

Jovens invadem prédio de luxo em Cuiabá e roubam R$ 500 mil em joias

PC suspeita que bandidos sejam de outro estado

Data: Terça-feira, 23/11/2021 08:48
Fonte: VITÓRIA LOPES/ Gazeta Digital

Um homem e uma mulher, que furtaram um apartamento do Edifício Premiato em julho deste ano, receberam informações privilegiadas e eram de outro estado, segundo delegado Guilherme Bertolin, titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf). Os adolescentes invadiram o apartamento da vítima, a fisioterapeuta D.R.V., e levaram cerca de R$ 500 mil em joias e objetos.

 

O crime aconteceu no dia 8 de julho, quando os dois tiveram suas entradas liberadas pela portaria e seguiram para o apartamento da fisioterapeuta. De acordo com o delegado, que está à frente das investigações, a forma como os criminosos furtaram os objetos é usual.

Logo após o crime, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) conferiu digitais no apartamento e arrombamento da porta. Imagens da câmera de segurança do elevador e vizinhança também foram recolhidas pela polícia, que conseguiu visualizar um veículo, porém, pela má qualidade da foto, não identificou a placa.

Porém, pelo vídeo já observaram que os criminosos não seriam de Mato Grosso. Existe uma quadrilha, formada especialmente por pessoas jovens, que contam com apoio na cidade para praticar os furtos.

“Nesse meio tempo, vimos uma matéria do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de São Bernardo (SP), que prendeu um grupo do Rio de Janeiro, que praticava Crimes nesse mesmo modelo. Em contato com delegado, identificamos que são jovens praticam o crime em vários estados”, explica Bertolin.

Além de contar com apoio local, eles recebem informações privilegiadas. Inclusive, pela forma como entram no prédio e vão direto para o apartamento, demonstra que os criminosos agem com um modus operandi. “Tem imagens de outros estados, em que os criminosos entraram junto com moradores pra não trazer suspeita. Acho que teve uma falha no controle de entrada ali”, avalia.

O delegado destacou ainda que está em contato permanente com a Polícia Civil de São Paulo, já que criminosos foram presos naquele Estado. A Polícia Civil de Goiânia conseguiu prender duas jovens que também invadiram um prédio.

A fisioterapeuta, além de ter o apartamento furtado, também foi alvo outras vezes de bandidos. Após 18 anos de atuação, a primeira loja da Adcos, localizada na avenida Isaac Póvoas, centro de em Cuiabá, fechou as portas.

Na fachada o motivo: “Fomos vencidos pelo vandalismo", escrito em uma faixa verde e outra, preta, de "Luto”.