ARIPUANÃ, Sábado, 18/05/2024 -

NOTÍCIA

Acrimat faz repúdio mimizento contra prova do Enem

Emitiu nota sobre questão

Data: Terça-feira, 07/11/2023 14:15
Fonte: Jornal Estadão Mato Grosso

A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) emitiu uma nota de repúdio às questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023. Sem compreender que a prova traz questões sobre diversos assuntos, com textos pró e contra eles, para avaliar a interpretação textual dos candidatos, a entidade atacou o conteúdo, o taxando como algo meramente ideológico.

Uma das questões apresentadas, número 89 da prova branca, trazia um texto crítico ao agronegócio. "No Cerrado, o conhecimento local está sendo cada vez mais subordinado à lógica do agronegócio. De um lado, o capital impõe os conhecimentos biotecnológicos, como mecanismo de universalização de práticas agrícolas e de novas tecnologias, e de outro, o modelo capitalista subordina homens e mulheres à lógica do mercado", diz trecho da pergunta.

Sem especificar quais perguntas revoltaram o setor, a Acrimat se limitou a atacar a prova, a acusando de aplicar "teorias esquerdistas" na cabeça dos estudantes e participantes da prova.

Em tempos de redes sociais, a publicação mostra que o Bonde da Lacração não está presente apenas na esquerda brasileira.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA

Muita gente se surpreendeu com as questões ideologizadas na última prova do Enem neste último domingo (05). Um completo absurdo elaborar questões que não servem para avaliar conhecimento, mas sim para acusar, sem fundamento, toda a agropecuária nacional. Um desejo de incutir na cabeça dos jovens teorias esquerdistas totalmente desvinculadas da realidade, com textos desatualizados, comprovadamente falsos, já desmistificados por órgãos oficiais de pesquisa como Embrapa e NASA, provando que não há nenhuma alternativa correta para as questões colocadas, a não ser aquelas que os organizadores escolheram como a mais ofensiva, até porque não há nenhuma alternativa que não seja agressiva ao setor que alimenta o Brasil e grande parte do mundo, gerando empregos e desenvolvimento.

Lamentável que nosso agro seja tão agredido por aqueles que deveriam, até por questão de honestidade moral e intelectual, elaborarem questões que avaliem somente conhecimento e não ideologia. 

A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), não concorda com esse tipo de abordagem ideológica patrocinada pelo Ministério da Educação (MEC) e se encontra à disposição para discutir esses temas somente à luz do embasamento científico e nos resultados de pesquisas sérias feitas por entidades como a Embrapa e referendadas por várias instituições mundo afora, inclusive a NASA.

Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat)