ARIPUANÃ, Sábado, 02/03/2024 -

NOTÍCIA

Equipe da Prefeitura de Sorriso conhece potencialidades e partilha informações com equipe gestora de Juína

Data: Segunda-feira, 27/11/2023 18:48
Fonte: Da Assessoria

O prefeito Ari Lafin, o secretário de Fazenda, Sérgio Kocová, e o subprefeito de Boa Esperança, Calebe Francio, cumpriram agenda em Juína nesta segunda-feira (27 de novembro). Na cidade que faz divisa com Rondônia, os sorrisenses apresentaram o “Sorriso em Números” ao prefeito Paulo Veronese, secretários e vereadores.

Além de apresentar o panorama econômico e social, assim como as potencialidades da Capital do agro aos juinenses, a agenda na cidade-polo do Aripuanã, já no bioma da Amazônia, também serve para enriquecer o repertório dos sorrisenses.

“Estamos passando por uma transição de software em nosso sistema e, em Juína, eles já utilizam esta mesma ferramenta há dois anos”, comentou o secretário de Fazenda.

 Na oportunidade, os sorrisenses também conferiram o canteiro de obras das casas populares que estão sendo erguidas por meio do programa estadual SER Família Habitação. Em Juína, 107 famílias serão beneficiadas com as residências, que contam com subsídio R$ 15 mil via Governo Federal e a prefeitura de Juína destinou o terreno.

De acordo com a MT PAR, as casas têm 48 m², divididos em sala, cozinha, dois quartos e banheiro, em terrenos a partir de 355 m². De acordo com a MT PAR, a seleção das famílias foi feita pela Prefeitura de Juína, com avaliação e aprovação da Caixa Econômica Federal e a previsão é entregar as casas em maio de 2024.

Em Sorriso, devem ser construídas mil residências populares por meio deste mesmo programa, com subsídio do Estado, doação de terreno pela Prefeitura e financiamento pela Caixa Econômica Federal. No entanto, aqui, a opção foi pela edificação de apartamentos.

“Viemos conhecer a realidade da cidade referência na produção de gado, de madeira, e que hoje também vem se credenciando como potencialidade agrícola, e aprender com o prefeito Paulo Veronese, que se destaca pela simplicidade e humildade, e, ao mesmo tempo, por uma gestão atuante e moderna”, destacou Ari.

Para Veronese, o intercâmbio é sempre um processo enriquecedor para todos os envolvidos. “Mesmo com as diferenças entre os dois municípios, momentos como este permitem conhecermos as boas experiências de Sorriso, referência no eixo da BR-163”.

O subprefeito do distrito Boa Esperança, futuro município de Boa Esperança do Norte, também destacou a importância do momento de benchmarking . “Estamos passando pelo momento de transição de ‘distrito’ para ‘município’ e conhecer outras realidades é muito importante neste processo, aguardado há 23 anos”, comentou Calebe.