ARIPUANÃ, Sábado, 02/03/2024 -

NOTÍCIA

Polícia Militar prende dupla suspeita de homicídio em distrito de Colniza

Suspeitos aguardavam vítima chegar em casa quando se aproximaram e atiraram

Data: Segunda-feira, 04/12/2023 14:35
Fonte: JUINA NEWS

Nas primeiras horas da madrugada desta segunda-feira dia 04, policiais da Força Tática que estão atuando na região do distrito de Guariba, município de Colniza/MT, foram acionados e informados que em uma residência, um rapaz de 19 anos de idade havia sido morto por disparos de arma de fogo (espingarda).

No local, a esposa da vítima que testemunhou o crime relatou que retornava para casa na companhia do marido Ataíde Brito De Oliveira, quando já estavam próximo a residência visualizaram um veículo Ford Fiesta de cor vermelha, parado e com a porta aberta, e imediatamente a testemunha reconheceu o carro como sendo de propriedade de Ezequiel Rabelo Carvalho.

Ainda de acordo com relatos da testemunha, ao perceber que algo de pior poderia acontecer, ela se escondeu em terreno baldio próximo a residência, enquanto a vítima se apressou para entrar em casa e foi alvejada por disparo de espingarda, e um dos ocupantes do veículo, ainda gritou: “aí desgraça”!

Após a chegada da guarnição, a testemunha foi até a casa dos familiares da vítima e buscaram por ajuda, e em seguida de posse das informações, os policiais diligenciaram pelas ruas do distrito de Guariba e obtiveram êxito em localizar o veículo e também os suspeitos, Ezequiel Rabelo de 40 anos  e Carlos Henrique Oliveira Buss de 29 anos, pois segundo informações de outras testemunhas, o suspeito Carlos Henrique teria tido uma desavença com a vítima, horas antes do crime em uma residência onde todos estavam fazendo uso de bebidas alcóolicas.

No momento da prisão, os suspeitos se mostraram alterados, sendo necessário o uso de força moderada para contenção deles que foram presos e se encontram a disposição da justiça.

A arma usada no para cometer o crime, foi encontrada em um terreno baldio, sendo apreendida e repassada para a polícia judiciária civil.

A Polícia Civil deu sequência na ocorrência.